Quais tipos de vidros podem ser usados no guarda-corpo?

por Redação
em inox
Acessos: 86

Guarda-corpo com vidro é um excelente aliado na segurança e também na acessibilidade. Usado para proteger pessoas de possíveis quedas, o artefato é visto geralmente em sacadas, mezaninos, escadas, rampas, passarelas, piscinas e corredores.

A fabricação e instalação do guarda-corpo com vidro é regida pela NBR 14.718. Portanto, detalhes como altura, distância entre os perfis, etc, tem de ser observados por empresas devidamente especializadas, que não só fabricam o produto, mas que orientem o cliente a estar dentro da lei.

Outro ponto importante é que o guarda-corpo tem vidro, então, é preciso ficar atento ao que diz a NBR 7199 — vidros na construção civil — que regulamenta os vidros que podem ser usados no guarda-corpo, pois não é qualquer um que cumpre a tarefa de garantir segurança, sobretudo se este quebrar, situação que deve ser levada em conta na hora da compra também. Abaixo, relacionamos alguns vidros de segurança. Confira:

Laminado ( também pode ser temperado laminado )

O vidro laminado é composto de duas ou mais placas unidas por uma ou mais camadas intermediárias. Extremamente resistente a impactos, em casos de quebra, os cacos permanecem presos reduzindo o risco de acidentes.

Outra característica importante para o conhecimento do consumidor é que o vidro laminado filtra os raios ultravioletas, responsáveis por descolorir imóveis, tecidos e objetos, além de promover redução do ruído externo.

Vidro Aramado

Considerado um vidro de segurança, o aramado recebe uma tela de arame galvanizado na massa vítrea que serve para "segurar" os estilhaços em caso de quebra. A tela é menos elástica que o PVB e, portanto, menos segura. Apesar disso, uma peça de vidro aramado é mais resistente ao fogo.

Por ser translúcido, esse tipo de vidro acaba compondo o ambiente como decoração requintada.

SAIBA MAIS SOBRE os produtos EM AÇO INOX

Ligue para (11) 2480-3461

 SOLICITE AQUI UM ORÇAMENTO !